Fundação Telefônica | Brasil

Despertando ideias se desperta o futuro

Fundação Telefônica | Brasil

Despertando ideias se desperta o futuro

Apoio aos Fundos dos
Direitos da Criança,
Adolescente e Idoso.

Seleção de Projetos

Iniciativa

A Fundação Telefônica Vivo, responsável pelos projetos sociais da Vivo, acredita na inovação educativa como forma de inspirar novos caminhos para o desenvolvimento do Brasil a partir da educação.

Guiada pela inovação e disposição em contribuir para a construção de um futuro com mais oportunidades para todos, a Fundação desenvolve projetos que utilizam a tecnologia para gerar novas metodologias de ensino-aprendizagem, estimular o empreendedorismo social e o exercício da cidadania. Apoia iniciativas que promovem o envelhecimento ativo da população e o protagonismo da nova geração para estimular transformações sociais pelo Brasil.

A chamada pública deste edital tem como objetivo de contribuir para a implementação de iniciativas sociais priorizadas pelos Conselhos dos Diretos da Criança e do Adolescente e pelos Conselho dos Direitos do Idoso.

Crianças e
Adolescentes

Acreditamos que as inovações educativas e acesso às novas tecnologias, são estratégias importantes para combater as violações de direitos e favorecer o empreendedorismo e protagonismo infanto-juvenil.

Os Conselhos dos Direitos são espaços democráticos onde a sociedade civil organizada e os representantes do Poder Público articulam políticas e ações em favor do desenvolvimento e futuro das crianças e dos adolescentes brasileiros.

Idosos

Desenvolver iniciativas inovadoras que favoreçam a inclusão dos idosos no mundo digital, abrindo oportunidades para o convívio social e familiar, bem estar, levando a população acima de 60 anos a um envelhecimento mais ativo e saudável.

Propor políticas públicas, gerir os recursos dos Fundos e garantir os direitos são atribuições dos Conselhos dos Direitos do Idoso.

Etapas de Seleção

Como Participar

Edital 2018

Para orientações sobre os critérios de seleção e processo de inscrição acesse o Edital.



Veja o edital

PARTICIPE

As inscrições e submissão de documentos se darão única e exclusivamente na plataforma Apoio aos Fundos. Dúvidas podem ser esclarecidas por telefone ou e-mail.

Faça a inscrição

dúvidas frequentes

As empresas do Grupo Telefônica são tributadas pelo lucro real, tendo a oportunidade de destinar recursos dedutíveis do imposto de renda para projetos sociais por meio das Leis de Incentivo Fiscal. A Fundação Telefônica Vivo, como parte social do Grupo, é responsável pela destinação desses recursos de incentivo ao FIA/ECA (Fundo para Criança e Adolescente) e ao Fundo do Idoso.

Alinhando ao valor de transparência que permeia o Grupo, o edital de projetos sociais da Fundação Telefônica Vivo tem como objetivo beneficiar iniciativas exclusivamente organizadas pela sociedade civil que atendemos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente e aos Conselhos dos Direitos do Idoso que esteja alinhadas aos pré-requisitos estabelecidos.

Identificar iniciativas sociais que contribuam de forma efetiva para o combate à violação dos direitos da criança, do adolescente e do idoso, utilizando como estratégia de desenvolvimento social: inovação educativa, novas tecnologias e promoção de experiências relacionadas ao protagonismo, empreendedorismo e envelhecimento ativo.

Este edital tem como objetivo identificar e apoiar iniciativas de organizações da sociedade civil focadas nos públicos: criança, adolescente e idoso, priorizados em diagnóstico social e cuja situação de vulnerabilidade esteja prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente, no Estatuto do Idoso e nos planos nacionais vigentes dedicados a esses públicos.

Os recursos serão destinados para os Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente e para os Fundos dos Direitos do Idoso de municípios e estados; as inscrições podem ser efetivadas pelos próprios Conselhos dos Direitos que já tenham finalizado o processo de Chamamento Público local ou por organizações da sociedade civil que já tenham a aprovação de suas propostas técnicas publicadas no Diário Oficial do município ou Estado e estejam aptas à captação de recursos conforme deliberação dos Conselhos dos Direitos.

As inscrições serão iniciadas no dia 04.06.2018 e seguem até o dia 29.06.2018, às 23h59 (horário de Brasília).

As inscrições serão realizadas por meio da plataforma do Apoio aos Fundos no site: http://www.apoioaosfundos.com.br/fundacao-telefonica-vivo

No site, foi desenvolvido um tutorial para simplificar a instrução e o manejo da plataforma Apoio aos Fundos, basta fazer o download do arquivo.

Em caso de dúvidas, a equipe do Apoio aos Fundos estará disponível das 10h às 18h pelo telefone (11) 2389-5766 ou pelos e-mails: suporte@apoioaosfundos.com.br e fundacao.telefonica.vivo@apoioaosfundos.com.br

Na primeira semana do mês de setembro, todos os projetos selecionados receberão um e-mail informativo de quais serão os próximos passos para que o apoio aconteça.

É um desafio dos Conselhos dos Direitos instituir o processo de Chamamento Público de projetos estruturado a partir do diagnóstico social e alinhado às prioridades locais. Por isso, a Fundação Telefônica Vivo condicionou a inscrição à publicação da proposta no Diário Oficial do município ou estado até a data final das inscrições, como estratégia de reconhecimento e valorização dos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselhos dos Direitos do Idoso queatuamconforme a legislação vigente e realizam sistemáticos processos de Chamamento Público, na expectativa de inspirar os demais Conselhos do País.

Os Fundos dos Direitos são contas bancárias criadas por lei em um banco público, que recebem repasses orçamentários e depósitos de doações efetuados por pessoas físicas ou jurídicas. No caso de doações, os recursos podem ser deduzidos do imposto de renda de contribuinte pessoa física – se este fizer sua declaração no formulário completo – e pessoa jurídica – se a tributação for feita pelo lucro real. As contas são gerenciadas pelos Conselhos dos Direitos e os recursos devem ser utilizados exclusivamente na promoção de políticas públicas em favor do público infanto-juvenil e sênior.

Os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente foram criados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente e os Conselhos dos Direitos do Idoso pelo Estatuto do Idoso, nas três instâncias de governo (federal, estadual e municipal). São compostos paritariamente, ou seja, 50% por representantes da sociedade civil e 50% pelo poder público. Suas atribuições estão direcionadas a promover políticas de atendimento para seus públicos respectivos.

Vale frisar que se trata de dois Conselhos e Fundos diferentes, pois cada um tem sua especificidade relativa ao público atendido.

A divulgação definitiva das iniciativas selecionadas acontecerá por meio das mídias sociais da Fundação Telefônica Vivo até dia 10.01.2019.

Fale Conosco