Professora usa escrita criativa e vídeo para tornar ensino mais dinâmico

12 de setembro de 2019

Fechando a websérie Escolas Conectadas, professora de escola de Goiânia (GO) conta como o projeto tornou seu ensino dinâmico e colaborativo


A websérie Escolas Conectadas mostra o potencial de educadores quando são inseridos na cultura digital, transformando seu processo de ensino e aprendizagem com soluções simples, mas inovadoras. Esse conceito está demonstrado na experiência da professora Elenice Costa, de 30 anos, que atua há quase um ano na E.M. Tempo Integral Alonso Dias Pinheiro, em Goiânia (GO). Ela criou um projeto de escrita criativa e produção de vídeo para ensinar de forma dinâmica e atrativa para os alunos.

Apaixonada pela educação a distância — está terminando duas especializações — a educadora conta como passou a usar metodologias ativas no processo de ensino-aprendizagem. “Aprendi com os cursos a pensar fora da caixa e a construir estratégias educativas que realmente colaborem para a ampliação dos conhecimentos culturais dos alunos”, conta.

“Cresci em conhecimento prático para o desenvolvimento das minhas aulas na alfabetização”, diz Elenice, que leciona para os 1º e 4º anos do Ensino Fundamental no período da tarde. Em sala de aula, ela conta que aplica o aprendizado em um “ensino mais dinâmico e colaborativo para os alunos, além do uso de ferramentas ativas de aprendizagem como jogos digitais, uso de aplicativos, criação de vídeos e escrita criativa”.

Foi assim, por exemplo, que elaborou o projeto História do Nome, o qual une um trabalho de pesquisa feito com envolvimento da família aliado a elementos como criatividade e produção de vídeo para estimular a escrita e a leitura e ainda aproximar os estudantes da comunidade escolar. O roteiro no fim da página detalha esta prática.

 

Cursos que inspiram

Troca de experiências nos fóruns, um meio para tirar dúvidas e, principalmente, obter conhecimentos que tragam inspirações para a inovação em sala de aula são ganhos listados pela professora Elenice Costa com os cursos da plataforma Escolas Conectadas.

Entre os cursos que terminou estão: Fotografia na aprendizagem; e Produção textual na Cultura Digital. A professora ainda revela que está fazendo outros três: Inova Escola: Projeto de vida; Produção colaborativa de conhecimento; e Escrita criativa: com a palavra a autoria.

Assim como os professores Gilson Franco (CE), Sônia Porto (ES), Fátima Hammes (SC) e Murilo Rodrigues (PA), a educadora reforça que as formações contribuíram com a melhoria do ensino e da aprendizagem em sua realidade local.

“O Projeto Escolas Conectadas produziu um impacto profundo na forma como sempre enxerguei a sala de aula. Fez refletir sobre a importância do movimento, da constante alegria e curiosidade e de transformar a maneira de ensinar, a partir de novas metodologias e paradigmas, para formar sujeitos críticos e reflexivos em uma sociedade altamente globalizada”, finaliza.

Veja o quarto episódio da websérie e leia o roteiro de aula da professora Elenice Costa, inspirado em cursos da plataforma Escolas Conectadas. Assista também aos outros episódios da websérie!

Imagem mostra roteiro de aula detalhado da professora Elenice.
Imagem mostra roteiro de aula detalhado da professora Elenice.


Deixe uma resposta aqui