Abrindo caminhos com a educação

Para professor de Goiânia, formador do Inova Escola, inovar é descobrir o caminho de cada aluno e usar a tecnologia para chamar atenção para o que os motiva

Rapaz de óculos sorri em frente a banner onde se lê “Unleash-Ed – Explore your Potential”
Nome: Clessio Bastos | Escola: Escola Municipal José Carlos Pimenta | Projeto: Inova Escola

Na zona rural de Goiânia (GO), Clessio Bastos é professor na Escola Municipal José Carlos Pimenta. Ele leciona Língua Portuguesa e Inglês para uma turma multisseriada, ou seja, com alunos de diversas idades no mesmo grupo. E esse é só um dos desafios que encontrou na vida escolar. “A realidade do campo, as questões socioeconômicas, os alunos e os pais não acreditarem na escola, eu encarei todos estes desafios”, elenca.

Em 2014, quando começou a trabalhar na escola, Clessio percebeu que o maior problema era a falta de motivação dos alunos. Seu maior desafio era chamar a atenção desses alunos e a inspiração veio de uma experiência negativa. Após uma avaliação diagnóstica em que a maior parte dos alunos (que nem queriam fazer o exame) tirou 1,5, Clessio percebeu que precisava mudar. “Esse resultado deixou público um fracasso meu. A partir daí fui com tudo pra cima.”

A mudança chegou quando Clessio começou a inovar. Foi com um projeto de leitura que envolveu diversas disciplinas que os alunos começaram a encontrar a tal motivação. “Surgiu a ideia de ler um livro coletivamente, o que além de proporcionar conteúdo e prática de leitura, inspiraria reflexões sobre o estudo, algo que os ajudaria a valorizar o direito sagrado à educação”.

A iniciativa começou com a biografia sobre Malala Yousafzai. A história da jovem ativista paquistanesa foi a primeira publicação escolhida e, a partir dela, os alunos começaram a se mobilizar para conseguir arrecadar dinheiro. E ainda melhoraram suas notas que subiram na mesma avaliação para uma média de 8,5. Conheça o esforço dos alunos para apoiar a Fundação Malala.

Experiências como esta são registradas em um site criado por Clessio, no qual ele conta histórias inspiradoras ligadas à educação. A página Looking for Heroes, ao mesmo tempo em que dá luz a histórias de outros professores inovadores, aborda o que acontece na escola onde o professor atua. Assim, os estudantes começaram a aparecer e a vislumbrar o que estavam fazendo. Em seguida veio o reconhecimento dos pais e da comunidade.

 

Heróis do cotidiano

A paixão do  professor Clessio Bastos por compartilhar ideias, não fica só no site. Desde 2017 ele é formador do Inova Escola, programa da Fundação Telefônica que incentiva o uso de tecnologias digitais e metodologias inovadoras para sala de aula em escolas de diversas regiões do país. Clessio é um dos profissionais que divide sua experiência em sala de aula com seus colegas durante os encontros de formação.

Clessio já rodou cidades como Viamão (RS), Catalão (GO), Campo Grande (MS) e Anápolis (SP) para capacitar os professores. “Normalmente você chega para dar uma formação e os professores estão desanimados. Quando conto do meu trabalho, eles se desarmam e criam uma conexão”. Com esse impulso, os educadores recuperam as forças e descobrem novas ferramentas para que sigam seus caminhos.

Para Clessio, inovar é procurar o caminho do professor e do aluno, encontrar o seu tempo e forma de trabalhar. Só que para isso precisam ser respeitadas sua autonomia, seu ritmo. E é preciso inovar para descobrir o caminho de cada aluno. Toda essa experiência em sala de aula é dividida nas formações do Inova Escola pelo Brasil.

A Fundação Telefônica Vivo criou em 2013 o Programa Inova Escola, unindo-se a escolas inovadoras de diversas regiões do país para incentivar o uso de tecnologias digitais em seus modelos de ensino e aprendizagem.

Em breve você conhecerá outras histórias. Aguarde!

Conheça outras histórias