7 iniciativas que incentivam a solidariedade

20 de dezembro de 2019

Casal que viaja pelo Brasil para procurar exemplos de boas ações e projeto que realiza festas de aniversário para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade estão entre os exemplos.


Cada vez mais brasileiros se engajam com algum tipo de trabalho voluntário. Só em 2018, cerca de 7,2 milhões de pessoas praticaram algum tipo de ação voluntária. O dado faz parte do estudo Outras Formas de Trabalho, da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios Contínua (PNADC), divulgado este ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para confirmar a importância deste tipo de ação, no dia 20 de dezembro é comemorado o Dia Internacional da Solidariedade Humana. Criado em 2005 pela Organização das Nações Unidas (ONU), o dia marca a primeira década de um projeto criado para a Erradicação da Pobreza (1997-2006), e também tem como objetivo destacar a importância de ações realizadas de forma coletiva para superar problemas globais e alcançar os objetivos mundiais de desenvolvimento,construindo um mundo melhor e mais seguro para todos.

Como foi dito pelo ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, a data “salienta a importância de agirmos, unidos, a favor das pessoas mais vulneráveis da sociedade”.

Em homenagem ao dia, separamos sete iniciativas solidárias para você conhecer e se inspirar:

 

Atados

Pessoas participam de ação voluntária com cavaletes de pintura sobre uma mesa.

 

Plataforma social online que conecta pessoas às oportunidades de voluntariado em causas sociais como direitos humanos, educação, consumo consciente, capacitação profissional, entre tantos outros assuntos.

As organizações, movimentos e coletivos sociais anunciam vagas de voluntariado para uma rede de milhares de pessoas interessadas em oferecer ajuda. Diante dessas oportunidades, o Atados mobiliza pessoas, articula soluções e recursos para impulsionar transformações e fortalecer a atuação de organizações em diversas causas sociais. Promove também cursos e encontros sobre o universo do Terceiro Setor e realiza ações e eventos de voluntariado.

 

Abraço Cultural

Pessoas sorriam e dançam ao lado de refugiados

 

O projeto tem refugiados como professores de cursos de idiomas e cultura. Os principais objetivos são promover a troca de experiências, a geração de renda e a valorização pessoal e cultural de refugiados residentes no Brasil. A ideia é ensinar por meio da cultura do educador. Para isso, o projeto pretende aproximar os alunos às diversas culturas e fazer com que estudem uma língua de uma forma mais completa, como aprender árabe escutando uma contadora de histórias ou espanhol com um grupo de música tradicional cubana.

Ao mesmo tempo em que possibilita o aprendizado de idiomas, estimula a quebra de barreiras e a vivência de aspectos culturais de outros países. Atualmente, as atividades acontecem em São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Projeto Parabéns

Crianças comemoram aniversário atrás da mesa, decorada com doces e bolo.

 

Realiza festas de aniversário personalizadas para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social,em especial aqueles que estão em abrigos, ONGs, comunidades e ocupações.O projeto, que acontece em São Paulo (SP), trabalha para que, por meio do acolhimento, da orientação, do acesso à cultura e a atividades esportivas e socioeducativas, as crianças recebam boas condições para o pleno desenvolvimento e para que se tornem adultos seguros de si, com autoestima, além de cidadãos conscientes na construção de um mundo melhor.

Para realizar as festas, o projeto articula parcerias com empresas e pessoas físicas. Além disso, está sempre aberto a receber voluntários interessados em participar dos eventos.

 

Projeto Entrega por SP

Imagem mostra três pessoas sentadas conversando.

 

O Entrega por SP acredita na convivência amigável e solidária entre quem vive e quem não vive na rua. O projeto atua no campo e atende pessoas em situação de rua, trocando experiências e despertando sentimentos como amor, carinho, amizade e empatia.

As saídas são realizadas mensalmente em ações noturnas para entrega de kits personalizados com alimentos, produtos de higiene pessoal, além de cobertores e meias. Para participar, basta ser maior de idade e ter disposição para passar a madrugada nas ruas.

 

Projeto Velho Amigo

Pessoas da terceira idade sentadas em um banco.

 

Associação sem fins lucrativos que trabalha para a causa do envelhecimento e da longevidade no país. Tem como objetivo contribuir para inclusão social de idosos,especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade social.

Feitas através de mutirões em diferentes áreas da saúde e bem-estar, as ações visam resgatar a dignidade e autoestima dos atendidos por meio de assistência e do desenvolvimento social, da educação, do esporte, da cultura e do lazer.

Ao todo, são mais de 1.700 idosos beneficiados com a mobilização. A organização recebe voluntários durante todo o ano.

 

Caçadores de Bons Exemplos

Casal Iara e Eduardo, do Caçadores de Bons Exemplos, posam para a foto sorridentes

 

Após se questionarem sobre o verdadeiro significado da vida, o casal Iara e Eduardo Xavier, fundadores dos Caçadores de Bons Exemplos, vendeu tudo o que tinha e passou a viajar pelo Brasil em busca de pessoas que fazem a diferença e servem de exemplo em suas comunidades.

Desde 2011, eles mostram as ideias inspiradoras que descobriram para as pessoas que encontram no caminho que percorrem de 400 mil quilômetros e 1000 cidades por todo o país.

Imagem mostra voluntária conversando com pessoa com deficiência.

 

Empresas também contam com programas que buscam fazer a diferença. É o caso do projeto de Voluntariado Digital que faz parte do Programa de Voluntariado da Fundação Telefônica Vivo. Integrante da rede do Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial (CBVE), o programa é um exemplo de como engajar colaboradores em prol de ações solidárias.

Em 2019, mais de 18 mil voluntários ajudaram a beneficiar aproximadamente 200 mil pessoas, em diversas ações ao longo do ano.

Entre as atividades desenvolvidas pelo programa está o Voluntariado Digital, que procura mobilizar pessoas para mudar realidades por meio da tecnologia. As possibilidades incluem a participação em vaquinhas digitais, a mentoria de jovens, a divulgação de causas sociais, entre outras.



Deixe uma resposta aqui