Audiências públicas discutem BNCC para Ensino Médio

08 de maio de 2018

De maio a agosto, a população pode contribuir com o documento que dá novos rumos á última etapa da educação básica. Confira o calendário.

Mulher olha para computador em que aparece a imagem de um calendário.

Assim como ocorreu em 2017, com a discussão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para Educação Infantil e Ensino Fundamental, o Conselho Nacional de Educação (CNE) convoca a população de todo o país para participar de audiências que contribuam com os rumos do documento para o Ensino Médio.

A partir deste mês, as audiências públicas serão realizadas nas cinco regiões do Brasil para que diversos segmentos da sociedade ofereçam contribuições para a construção de um documento que reflita necessidades, interesses e pluralidade da última etapa da educação básica. Para participar, basta fazer a inscrição pelo site do MEC.

A BNCC do Ensino Médio se organiza em continuidade ao proposto para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, centrada no desenvolvimento de competências e orientada pelo princípio da educação integral.

Uma das grandes mudanças está na organização dos currículos. Em vez de disciplinas compartimentadas (hoje são, no mínimo, 13), a base prevê que os conteúdos sejam administrados dentro de quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Sociais e Ciências da Natureza.

Também está em discussão a definição de como será feita a flexibilização de parte da carga horária dos estudantes, com conteúdos que poderão ser escolhidos de acordo com as necessidades de cada um, como já determinou a Reforma do Ensino Médio (MP nº746), aprovada em 2016.

Fique de olho no calendário e não deixe de participar!

 

Mulher olha para computador em que aparece a imagem de um calendário.

Faremos as transmissões ao vivo do debate sobre a BNCC do Ensino Médio em nosso Facebook. A primeira será dia 11/05 conforme calendário acima.

O que a BNCC do Ensino Médio prevê para cada uma das áreas do conhecimento:

Linguagens
O foco está na ampliação da autonomia, do protagonismo e da autoria nas práticas de diferentes linguagens; na identificação e na crítica aos seus diferentes usos, explicitando seu poder no estabelecimento de relações; na apreciação e na participação em diversas manifestações artísticas e culturais e no uso criativo das diversas mídias. 

Matemática
Os estudantes devem utilizar conceitos, procedimentos e estratégias não apenas para resolver problemas, mas também para formulá-los, descrever dados, selecionar modelos matemáticos e desenvolver o pensamento computacional, por meio da utilização de diferentes recursos da área.

Ciências da Natureza
Os estudantes devem construir e utilizar conhecimentos específicos da área para argumentar, propor soluções e enfrentar desafios locais e/ou globais, relativos às condições de vida e ao ambiente.

Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Amplia a base conceitual construída no Ensino Fundamental e concentra-se na análise e na avaliação das relações sociais, dos modelos econômicos, dos processos políticos e das diversas culturas.

Leia também:



Deixe uma resposta aqui