Aula Digital promove inovação educativa em Vitória de Santo Antão (PE)

23 de maio de 2019

Projeto da Fundação Telefônica Vivo é lançado para levar formação continuada a educadores e recursos tecnológicos a escolas

Imagem mostra a mesa de abertura do evento de inauguração do Aula Digital composta por, da direita para a esquerda: Beatriz Jansen, consultora da Fundação Telefônica Vivo; Aglaison Júnior, prefeito de Vitória de Santo Antão; Ubirajara Carneiro, diretor da FAINTVISA; e Helon Gouveia, representante da secretaria de educação

Parte de uma iniciativa global que envolve 190 mil estudantes, o Aula Digital chega a Vitória de Santo Antão (PE) para atender a 27 escolas de Ensino Fundamental, beneficiando 189 educadores e 5.130 estudantes. Após ter sido lançado em Goiânia (GO), em março, o programa que oferece formação continuada e infraestrutura tecnológica a instituições de ensino se expande para o município pernambucano.

O Aula Digital integra uma iniciativa global da Fundação Telefônica e da Fundação Bancária “La Caixa” que visa criar melhores oportunidades para crianças em 33 países na África, Ásia, América Latina e Caribe. O trabalho de inovação educativa é feito pela incorporação de tecnologia e de novas metodologias de ensino e aprendizagem.

A cerimônia de lançamento contou com 100 convidados, entre eles o prefeito de Vitória de Santo Antão (PE), Aglaison Júnior (PSB), o representante da Secretaria Municipal de Educação, Helon Gouveia, e Beatriz Jansen, consultora da Fundação Telefônica Vivo.

Beatriz Jansen afirmou que o município, distante 53 km de Recife, chamou a atenção pelo alto interesse de educadores nos cursos de formação continuada. “Por meio da plataforma Inova Escola, muitos professores daqui fizeram cursos de formação e vimos que havia um terreno muito fértil de interessados em aprimorar seu ensino e aprendizagem”.

O diferencial do projeto Aula Digital é a formação e o acompanhamento dado aos educadores, com a finalidade de identificar potencialidades locais e aprimorar práticas pedagógicas. “Trabalhamos com inovação e tecnologia, lado a lado, para contribuir com a educação no Brasil”, completou a representante da Fundação Telefônica Vivo.

 

Parceria em crescimento

O prefeito Aglailson Júnior falou sobre a importância do projeto. “Recebo com muito carinho o apoio da Fundação Telefônica Vivo, que nos dá a oportunidade de melhorar a educação de nossos alunos, que ficarão mais preparados para o futuro”.

Também foi enaltecida a colaboração de agentes locais, como a Secretaria de Educação de Vitória de Santo Antão (PE) e o C.E.S.A.R. (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife), parceiro técnico que também auxilia a realização do projeto na região. “Cada um tem a sua função e importância. Muitos atores devem trabalhar juntos para que a educação dê certo e seja motivo de orgulho”, afirmou Beatriz Jansen no palco.

Helon Gouveia, representante da Secretaria Municipal de Educação, contou que o trabalho conjunto com a Fundação vem de longe: “começou no campo, em 2014 [no projeto Escolas Rurais Conectadas]. Já tínhamos essa relação forte entre tecnologia e educação”, relembrou.

Em 2016, o programa Inova Escola chegou à instituição Escola Municipal Manoel Domingos, exemplo de inovação educativa que concorreu a um prêmio da Unesco pelo uso de Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC).

A parceria só tem crescido e, segundo Gouveia, a ideia é não parar mais. “Estaremos em 27 escolas agora, mas queremos que o projeto chegue nos locais mais afastados. Vamos transformar a educação com tecnologia e qualidade de ensino”.

Imagem mostra um infográfico explicando os três ciclos que compõem o projeto Aula Digital. Sendo eles: ciclo 1 – impulsão de metodologias inovadoras de ensino e aprendizagem; ciclo 2 – tecnologia como recurso para inovação e ciclo – ampliação do potencial de inovação.



Deixe uma resposta aqui