Como inovar na educação? Evento sobre tecnologia no ensino reúne 13 mil pessoas nos EUA

10 de março de 2017
Imagem mostra visão do alto do centro de convenções de Asutin, nos Estados Unidos durante Sxswedu2017

A sétima edição do SXSWedu contou com 400 sessões sobre o tema. Confira o que rolou de mais interessante!

O Festival

South by Southwest, daí a sigla SXSW, é um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia que acontece todos os anos em Austin, Estado do Texas, nos Estados Unidos. O SXSWEdu é a 7ª edição do evento sobre educação e tecnologia

“Quando um estudante é brilhante na rua e mostra energia para trocar e aprender com amigos, mas acaba dormindo em sala de aula, alguma coisa está errada com o sistema escolar”. Foi com essa frase que o SXSWEdu 2017, um dos principais eventos internacionais sobre inovação na aprendizagem, começou na cidade americana de Austin no dia 6 de março.

O responsável pela abertura foi Christopher Emdin, professor do Departamento de Matemática, Ciência e Tecnologia da Teachers College, da Universidade de Columbia, também nos Estados Unidos, e uma das maiores referências quando o assunto é justamente inovar na educação.

  • Chris Emdin professor do Departamento de Matemática, Ciência e Tecnologia da Teachers College, da Universidade de Columbia, também nos Estados Unidos, e uma das maiores referências quando o assunto é justamente inovar na educação.
    Chris Emdin, professor da Universidade de Columbia, durante apresentação no evento
  • Imagem mostra mesa com post-its coloridos
    Mesa de lembretes no SXSWEdu 2017

A partir de então e até o dia 9 de março foram mais de 400 sessões de debates, oficinas, experiências de aprendizado, palestras e oportunidades sobre as mais diversas áreas educacionais e o papel exercido pela tecnologia no ensino e na aprendizagem.  Em quase 100 horas de programação, 13 mil pessoas circularam pelo Centro de Convenções de Austin dispostas a repensarem o sistema educacional que temos hoje e o que queremos para o futuro.

Redes sociais a mil

O Twitter foi a principal rede social do evento. Em 4 dias, 2,5 milhões de perfis cadastrados viram posts com a hashtag #SXSWEdu. Isso é quase a população da Jamaica!

Mas afinal, como podemos despertar o brilho daquele estudante em sala de aula? As respostas e as possibilidades para esta pergunta são inúmeras. Para Christopher Emdin, por exemplo, a chave está em conversar com os estudantes e sempre ouvi-los.

E como a tecnologia pode ajudar?

Para essa pergunta, separamos 6 temas que foram destaque no SXSWEdu – e que podem contribuir no avanço da educação em todo o mundo.

1 – Não tenha medo de quebrar as coisas

Usar e até mesmo quebrar as ferramentas é a melhor maneira de aprender como elas funcionam. E isso deve ser feito por professores e alunos.

2 – Equidade

Como educar melhor os estudantes de todas as raças, gêneros, status socioeconômicos e com necessidades diferentes? A preocupação maior não é a intenção por trás das tecnologias, mas a falta de diversidade racial e de gênero entre as pessoas que criam e consomem essas tecnologias.

3- Tecnologia: há um lugar para todos

Você não tem de ser bom em todos os aspectos da tecnologia, o segredo é encontrar o que gosta de fazer e fazê-lo.

4- Você pode se preparar para o futuro da tecnologia agora

Desenvolver a criatividade como uma habilidade e com suposições desafiadoras é a melhor maneira de se preparar para nosso futuro tecnológico.

5- Implementação

Que educadores e designers reflitam se seus esforços no uso e desenvolvimento da tecnologia de fato trabalham para eliminar as desigualdades. A escola sempre pode ser melhor.

6- Aprender sempre

A escola não termina no ensino médio ou depois da faculdade, todos continuam aprendizes ao longo da vida.

O SXSWEdu tem um canal no YouTube com vídeos sobre tudo o que rolou no evento. Clique aqui e saiba mais!



Deixe uma resposta aqui