Consultoria Sprint leva inovações a ONGs

03 de abril de 2017
A equipe da ASID Brasil desenvolveu o conceito Consultoria Sprint em 2016

A equipe da ASID Brasil desenvolveu o conceito Consultoria Sprint em 2016


Desenvolvido pela ASID Brasil, o método convida voluntários a realizarem atendimentos em gestão financeira, captação de recursos, marketing e liderança

Foi inspirado na história de vida de sua irmã Laura, com síndrome de Down e autismo, que Alexandre Schmidt de Amorim fundou a ASID Brasil – Ação Social para Igualdade das Diferenças, em 2008. A ideia do administrador de empresas era criar um projeto voltado para ONGs que atendem pessoas com deficiência física, dando ferramentas para elas explorarem suas potencialidades e conseguirem se desenvolver, gerando maior impacto.

Para alcançar o resultado, a ASID reúne voluntários que atuam profissionalmente em diversas áreas, como gestão financeira, captação de recursos, marketing e liderança para compartilharem seus conhecimentos e identificarem a principais necessidades e oportunidades para as organizações. “A expectativa do programa é que esses voluntários tragam inovações e utilizem seus conhecimentos e expertises para aperfeiçoar o trabalho das ONGs em longo prazo, tornando-as mais sustentáveis” diz Alexandre.

A ASID conta, desde sua fundação, com uma rede de 2.300 voluntários. Hoje, a instituição atua em cerca de 120 ONGs, localizadas, principalmente, no Paraná, em Santa Catarina e São Paulo.

Em 2016, a ASID Brasil desenvolveu o conceito Consultoria Sprint, na qual todo o atendimento ocorre durante um único dia. “É uma consultoria intensa e rápida, mas muito eficiente. Ela foi aplicada em três ONGs no Dia do Voluntariado Telefônica, reunindo 55 voluntários.”

Segundo Alexandre, a Consultoria Sprint dá outro aspecto ao voluntariado. “Claro que a colaboração em estrutura física, por exemplo, é muito importante, mas desta forma os voluntários podem gerar um impacto mais sistêmico e sustentável, gerando mudanças na estrutura da instituição. É um legado”, comemora o fundador da ASID, que acompanha as instituições após a consultoria, para garantir que elas façam bom uso do que foi implementado.

Imagem mostra voluntários da Telefonica no DTV
No Dia dos Voluntários de 2016, a Consultoria Sprint atuou em parceria com os voluntários do Grupo Telefônica nas ONGs 29 de Março, Escola Alternativa e Lar Moisés, todas em Curitiba

Alguns bons resultados das consultorias realizadas são planilhas financeiras, desenvolvidas por voluntários que são profissionais sêniores de finanças em empresas, por exemplo, além de estratégias de comunicação.

“Localizada em uma rodovia muito grande, uma ONG não era conhecida no bairro onde estava localizada. Os voluntários convidaram um grafiteiro para pintar todo o muro e colocaram o nome da instituição. Depois disso, o relacionamento com a comunidade melhorou muito”, conta Alexandre. “É uma experiência rica para quem doa e para quem recebe”, conlui Alexandre.

 

Leia mais

Metodologia ensina como transformar os projetos voluntários em ações mais eficientes

Legado do Dia dos Voluntários: a história de transformação da Chácara das Flores



Deixe uma resposta aqui