Dia dos Professores: educadoras trocam experiências sobre inovação

15 de outubro de 2019

Professoras compartilham conhecimento sobre práticas pedagógicas inovadoras e contam suas vivências em escolas da rede municipal de Sergipe


Em comemoração ao Dia dos Professores, reunimos duas educadoras da rede municipal de Sergipe para trocar experiências sobre inovação e contar sobre os projetos desenvolvidos em sala de aula. Com contextos diferentes, elas se encontram em um propósito: a melhoria contínua de práticas pedagógicas.

“O professor é um aprendiz. Ele não sabe tudo, por isso precisa estar sempre inovando as suas práticas no dia a dia”, diz Maria Eunice Soares, da Escola Municipal Vereador Elvino Moreira Guimarães, localizada na comunidade de Dois Riachos, na cidade de Umbaúba, em Sergipe.

“A educação não estaciona, ela avança e temos que avançar junto, por meio da tecnologia”, afirma Débora Santos, que dá aula na Escola Municipal Luzia Bastos do Espírito Santo, no povoado Lagoa Seca II, em Cristinápolis, no mesmo Estado.

As professoras recebem formação e acompanhamento por meio do Aula Digital, projeto que integra todas as estratégias do ProFuturo – programa global de educação da Fundação Telefônica Vivo e da Fundação “La Caixa”, presente em 31 países na África, Ásia e América Latina.

Com objetivos que incluem desenvolver o pensamento crítico, a comunicação, a criatividade e a colaboração, quatro dimensões da aprendizagem do século XXI, o programa apoia escolas e incentiva o protagonismo docente com a incorporação da tecnologia em sala de aula.

As professoras Maria Eunice e Débora compartilharam suas vivências e, juntas, tiveram a oportunidade de trocar conhecimentos sobre a realidade escolar de cada uma.

Além dos muros da escola

Professora há sete anos na Escola Municipal Luzia Bastos do Espírito Santo, em Cristinápolis (SE), Débora Trindade dos Santos afirma que é apaixonada pela educação e pela escola, que considera a sua segunda casa.

Sobre a primeira formação do Aula Digital, relata: “fiquei encantada, porque percebi que não era só um projeto de tecnologia. Era tecnologia e educação andando juntas”. A instituição está inserida no programa ProFuturo desde 2017 e é referência em todas as ações.

Um exemplo é a atividade “Paisagens Naturais e Culturais”, com estudantes do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, em que a professora explora o ambiente extramuros da escola, usando os recursos tecnológicos da maleta do Aula Digital, como tablets, para fotografar, pesquisar e compreender melhor as diferentes paisagens do entorno. “Os alunos amam! A ideia é proporcionar a aprendizagem de forma significativa e prazerosa”, afirma Débora.

Sempre inovando

Maria Eunice Soares trabalha há 10 anos na Escola Municipal Vereador Elvino Moreira Guimarães, em Umbaúba (SE). Moradora da comunidade onde fica a escola, a professora do 3º ano do Ensino Fundamental acredita que a inovação educativa é fundamental.

O Aula Digital chegou à instituição em 2017. Na formação de professores, houve a preocupação para que todos pudessem utilizar os recursos com eficiência.

“Nos sentimos alegres e confiantes por conseguir usar esses recursos. O projeto contribui muito para que a criança venha para a escola, pois eles adoram essa aula”, conta Maria Eunice.

Assista ao vídeo para saber como foi o encontro das professoras Maria Eunice e Débora.



Deixe uma resposta aqui