Educadora de 82 anos cria site para inspirar e contar experiências

06 de agosto de 2019

Com 69 anos de carreira, Angélica Tinaut criou um site há dois anos para inspirar outras pessoas com a sua história e ideias


Como compartilhar as ideias e experiências de uma longa trajetória na área de educação?
As tecnologias e as redes sociais podem engajar professores, e um exemplo disso é um site que traz alguns dos ensinamentos de Angélica Tinaut, educadora de 82 anos que mora em Salvador (BA) e tem 69 anos de carreira.

Angélica já tinha uma vida ativa nas redes sociais e fazia publicações de forma constante no Facebook, mas surgiu a chance de ir além. “Após todo esse movimento educacional, tive a necessidade de ampliar e divulgar minha experiência em todos os sentidos que vivi, e surgiu assim a ideia do site”, afirma. O site Ensinando Sempre foi criado em 2017 e, atualmente, não fala só sobre educação: traz reflexões da educadora, notícias sobre cultura e até mesmo receitas.

Quem a auxilia com a parte técnica do site e redes sociais são os netos Helena, de 30 anos, que é biomédica e atualmente estuda psicologia; e Aaron, de 18 anos, que está concluindo o ensino médio. Fora isso, é ela quem escreve ou sugere boa parte dos textos.

 

Trajetória de 69 anos

Angélica Tinaut conta que começou cedo na carreira na educação como professora de reforço. Quando completou 17, entrou na faculdade de pedagogia e, na sequência, fez uma extensão em psicopedagogia. Especializou-se ainda em Matemática.

A educadora Angélica Tinaut tem cabelos curtos e crespos, está sorrindo para a câmera, usando uma blusa de meia manga creme e bolsa pendurada no ombro esquerdo.

Depois, trabalhou em mais de cinco escolas diferentes, sendo que passou 25 anos no Instituto Central de Educação Isaia Alves (ICEIA). Atuou como assistente, coordenadora, supervisora pedagógica e vice-diretora do ICEIA, além de integrar outros projetos educacionais até se aposentar.

A área educacional passou por mudanças nesse período, mas quando questionada sobre isso, a educadora afirma que uma coisa ainda é igual após tantas décadas.

“Quem ama educação sente nas veias o desejo de ensinar”, acredita.

Os obstáculos para os profissionais da educação também sempre estiveram presentes, segundo Tinaut. Mas nada que não seja possível vencer por meio da força de vontade. “O desafio sempre existiu e a necessidade de superá-lo vem do próprio indivíduo. Seus valores são importantes para que consiga vencê-los”.

 

A importância da educação

O lançamento do site de Angélica Tinaut não foi escolhido à toa: foi há dois anos, no dia 20 de maio, quando é comemorado o Dia do Pedagogo. “O meu blog é o retrato fiel do que acredito ser minha colaboração na comunicação social. Ele reflete os valores que acredito necessários para formação diária de profissionais, líderes, seres em estado de formação, educandos e educadores equilibrados na arte do pensar”, afirma.

A educadora diz também que escolher uma carreira ligada à educação faz parte de um olhar mais amplo, no qual se conhece o país e percebe-se a necessidade de promover um ensino e aprendizagem de qualidade. “Um país próspero provém de uma  educação que seja prioridade”, opina.

E quais seriam os conselhos de uma pessoa que está atuando na área de educação há quase 70 anos? Angélica Tinaut traz na sua visão algumas sugestões de caminhos para os educadores atuarem de forma cada vez mais inspiradora e fazerem a diferença na vida dos alunos. “Educar é criar, amar, promover, é renascer e é viver. Sempre perceba se você está disponível para arregaçar as mangas e partir para a grande descoberta que é a educação”, finaliza.



Deixe uma resposta aqui