Embaixadores do Programa de Voluntariado ampliam seus papéis e lideranças em 2019

18 de março de 2019

As novidades foram apresentadas no Encontro de Governança, evento que reuniu mais de 50 representantes de todo o país em Embu das Artes (SP).

Colaborador da Fundação Telefônica Vivo está fazendo um coração com as mãos e usando uma camiseta do Programa de Voluntariado

Troca de experiências, dinâmicas e divulgação das metas do ano para o Programa de Voluntariado, da Fundação Telefônica Vivo.  Tudo isso fez parte da programação do 2º Encontro de Governança, que reuniu mais de 50 representantes de todo o país, entre os dias 15 e 17 de março, em Embu das Artes (SP).

O evento faz parte do Programa de Voluntariado, reconhecido internacionalmente, e além de relembrar as realizações de 2018, apontou estratégias para 2019. Durante o encontro, os participantes assistiram apresentações sobre os eixos de atuação da Fundação Telefônica Vivo e palestras com parceiros executores, como a plataforma Atados.

O encontro também apontou novidades. Em 2019 haverá um Embaixador da Fundação Telefônica Vivo em cada região. O novo Embaixador vai se concentrar na liderança do projeto e em conhecer os demais programas da Fundação Telefônica Vivo, além de exercer o papel de motivar, agregar e apoiar os comitês.

“O maior ganho com esse evento é a troca genuína de experiências. Eles se conhecem verdadeiramente e falam de suas histórias de vida, o que o dia a dia na empresa muitas vezes não permite”, explica a gerente de Comunicação e Voluntariado, Luanda de Lima.

 

Destaque para o programa brasileiro

Francisco Moro Gutierrez, responsável pela Coordenação Internacional dos Voluntários do Grupo Telefônica ressaltou a importância do Brasil, responsável por 36% do resultado global, e comentou sobre resultados e expectativas do Programa de Voluntariado Global.

“O programa do Brasil é muito inspirador. O país está trabalhando muito a inovação social em seus projetos: foi o primeiro dos nossos países que desenvolveu uma plataforma “gameficada” de voluntariado, o Game do Bem. O Brasil tem um modelo de voluntariado que é único no mundo”.

Entre os 50 embaixadores presentes estava Débora Carine da Silva de Oliveira, líder do Comitê de Voluntariado de Curitiba (PR) e ganhadora global, em 2018, do Gente de Valor. Ela destacou a importância do voluntariado no dia a dia e fez questão de compartilhar a experiência de ser reconhecida.

Já Poollyana Medeiros dos Santos, da regional Centro-Oeste, participou pela primeira vez como embaixadora, após três anos como líder, e ressaltou a importância do encontro para ter a dimensão real do Programa de Voluntariado.

“Estou apaixonada mesmo! Um trabalho imenso, todo mundo dedicado, querendo o bem dos outros. Cada história que estou escutando aqui está me engrandecendo, porque vou levar como bons exemplos para poder aplicar na minha região”.

O diretor-presidente da Fundação Telefônica Vivo, Americo Mattar, resumiu esse sentimento falando sobre os 20 anos da instituição e agradeceu a todos os colaboradores: “A minha palavra é gratidão! A todos que estão presentes aqui e a todos os voluntários que trabalham para transformar a vida de tanta gente em todo o Brasil”.

 



Deixe uma resposta aqui