Encontros de boas práticas promovem troca entre professores e comunidade

27 de novembro de 2018

Eventos do Aula Digital aconteceram em Manaus e Viamão-RS e promoveram a troca de experiências pedagógicas adquiridas na formação continuada

Grupo formado por cerca de 10 professores e participantes em geral posa embaixo de banner do evento de boas práticas Socialização de Práticas Formativas

Como mais uma etapa de formação continuada, o programa Aula Digital reuniu professores e comunidade para o compartilhamento de boas práticas pedagógicas e a troca de experiências em relação à adaptação feita com os recursos utilizados durante as oficinas do projeto.

Os encontros ocorreram nas cidades de Manaus e Viamão-RS, com diferentes abrangências, e contaram com atividades como palestras, rodas de conversa e participação de convidados especiais para compor a formação.

Reunir a rede municipal de ensino para uma mostra de projetos pedagógicos não é novidade para a capital amazonense. O evento Socialização de Práticas Formativas, incentivado pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), já está na sua quarta edição.

“Incentivamos os professores a desenvolver ações nas escolas e, no final do ano, compartilhar essas experiências que vieram da formação continuada”, explica Aldemira de Araújo, que faz parte do Centro de Formação da Secretaria (DDPM).

 

Apresentações de Projetos

Ao longo de três dias, foram realizadas oficinas e salas temáticas para apresentação dos projetos desenvolvidos pelos professores ao longo do ano. A palestra de Adriana Martinelli, coordenadora do curso de pós-graduação em Gestão da Aprendizagem no Centro Universitário Bráz Cubas, abriu o evento, com o tema Porque inovar na educação é uma questão de fazer e não de falar.

Cerca de 3.000 professores, gestores e pedagogos colaboraram e reafirmaram o chamado para colocar em ação boas práticas pedagógicas. Entre os participantes do Aula Digital, 59 professores se inscreveram e tiveram seus projetos validados pela Comissão Organizadora.

As propostas foram subdivididas em seis esferas dentro da perspectiva do cotidiano escolar: linguagens e aprendizagens, avaliação, currículo, educação inclusiva e representações simbólicas, processos democráticos de gestão e ludicidade na aprendizagem.

A integração da Fundação Telefônica Vivo na organização do evento foi o diferencial, trazendo as técnicas metodológicas abordadas com o Aula Digital, voltadas para a inovação na educação. “A ideia foi complementar o evento para estimular as escolas que entraram este ano e as que ainda não fazem parte do Aula Digital”, complementa Odiel Brindeiro Sousa, assistente de projeto da Fundação e responsável por integrar a comissão organizadora da mostra em Manaus.

“Para nós foi um processo muito gratificante. Vimos escolas repensando todo seu espaço, postura de gestão, perspectiva em relação às tecnologias. Participar de um evento como esse e ver essa mudança trazendo resultados era o nosso maior objetivo”, resume Odiel.

 

Boas práticas em Manaus

A Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida se destacou ao apresentar nove práticas bem sucedidas e mobilizar todo o corpo docente a participar do evento Socialização de Práticas Formativas. Desde 2017, os professores estão inseridos na formação continuada do Aula Digital e reuniram, em conjunto, os melhores projetos para serem expostos.

“Toda a equipe estava presente e isso nos emocionou muito. Os professores se sentiram à vontade para compartilhar, valorizados e estimulados pelo trabalho deles”, contou Janeide Dantas, gestora da escola. “Além disso, descobrimos projetos de outras escolas que pretendemos complementar aos nossos, construindo um ambiente mais democrático de práticas pedagógicas”.

Os temas trazidos pelos professores da escola abrangeram conscientização e ações em prol do meio ambiente e do ecossistema regional, até políticas de gestão das turmas, com o intuito de acompanhar as necessidades de alunos e educadores no espaço escolar.

 

Expansão de boas ideias no RS

Para expandir a troca sobre as boas práticas, a Fundação Telefônica Vivo também levou o encontro para Viamão, com o apoio de parceiros executores e da Secretaria Municipal de Educação da cidade do Rio Grande do Sul.

A mostra reuniu 600 visitantes e teve como principal objetivo aproximar os projetos da realidade da comunidade.

As atividades organizadas incluíram palestras voltadas tanto aos profissionais que participam das formações, quanto aos que ainda não fazem parte do Aula Digital. Uma roda de conversa também foi realizada para divulgar e, ao mesmo tempo, sensibilizar o trabalho de cada educador para dar continuidade na elaboração de projetos inovadores.

 

 



Deixe uma resposta aqui