Esquenta Dia dos Voluntários 2017 mostra como arte e responsabilidade social caminham juntas

02 de outubro de 2017
Imagem mostra equipe da Fundação Telefônica Vivo no Esquenta Dia dos Voluntários

Evento que precede o Dia dos Voluntários Telefônica convidou o grafiteiro Mundano para contar sobre o projeto Pimp my Carroça e inspirar colaboradores voluntários a participarem das ações

O Dia dos Voluntários Telefônica, projeto global que envolve colaboradores de todas as empresas do Grupo Telefônica, concretiza em um único dia ações solidárias preparadas ao longo do ano pelos voluntários em prol das instituições selecionadas.

Neste ano, o Dia dos Voluntários será em 20 de outubro e marcará os 15 anos de um dos maiores programas de voluntariado do Brasil. Por isso, a meta para esta edição é também especial: impactar positiva e socialmente cerca de 40.000 pessoas em escolas, ONGs e asilos.

Na última semana de setembro, a Fundação Telefônica Vivo promoveu o Esquenta para o Dia dos Voluntários, celebração que convida e inspira os colaboradores da Telefônica Vivo a participarem do Dia dos Voluntários em outubro. O evento contou também com a participação via streaming de executivos da empresa e de equipes de diversas cidades brasileiras.

“Somos uma das seis maiores fundações do Brasil. O trabalho de engajamento dos colaboradores é a prova viva de que juntos vamos mais longe. É um trabalho que impacta não somente a transformação social, como também melhora a rotina profissional dos colaboradores”, ressaltou Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo.

Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Brasil, também participou do evento, assim como Christian Gebara, Chief Operating Officer. “Nós, da Vivo, gostamos muito de um desafio. Então, tenho certeza que vamos passar a meta de inscrições de voluntariado, e não pela quantidade, e sim qualidade. Será um trabalho espetacular”, afirmou Navarro, que também ressaltou o quanto é importante para a Vivo o trabalho desenvolvido pela Fundação não somente no voluntariado, como também na área de educação com inovação educativa.

Arte, responsabilidade social e inspiração

Enquanto os colaboradores acompanhavam o Esquenta, na garagem do prédio da Vivo em São Paulo jatos de tinta atravessavam o ar e coloriam uma carroça de coleta de recicláveis, como muitas que se avistam circulando pelas capitais brasileiras. Era uma amostra do grande potencial do Pimp my Carroça, projeto convidado para inspirar os colaboradores.

Responsável pela iniciativa, o artista Mundano atua há mais de 10 anos com intervenção estética e social junto a carroceiros, responsáveis pela coleta de 90% do lixo reciclável brasileiro.

“O meu trabalho é amplificação da voz desses verdadeiros agentes ambientais. Quando eu comecei a pintar carroças, comecei também a levantar a autoestima dos trabalhadores e torná-los mais visíveis”, conta o grafiteiro. O projeto, que Mundano começou sozinho, hoje cresce não somente com a ajuda de voluntários igualmente engajados como também com a adição da tecnologia como ferramenta facilitadora. Atualmente, o projeto celebra a criação do Cataki, aplicativo que conecta carroceiros a quem precisa de seus serviços.

A Fundação também acredita na força do voluntariado digital, e por isso Americo retomou o convite para que os voluntários e colaboradores se engajem digitalmente: “Há muitas ações digitais acontecendo e você, colaborador que não pode estar em campo, tem a oportunidade de participar do voluntariado de uma maneira que mais se encaixe no seu dia-a-dia”, finalizou.

  • Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Brasil e Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo
  • O artista Mundano, que atua há mais de 10 anos com intervenção estética e social junto a carroceiros
    O artista Mundano, que atua há mais de 10 anos com intervenção estética e social junto a carroceiros
  • Carroça foi customizada no evento
    Carroça foi customizada no evento
  • Chief Operating Officer da Vivo, Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Brasil e Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo
    Christian Gebara, Chief Operating Officer da Vivo, Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Brasil e Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo
  • Equipe no Esquenta Dia dos Voluntários
    Equipe no Esquenta Dia dos Voluntários

Leia também:



Deixe uma resposta aqui