Formação de educadores em Sergipe propõe reflexão

29 de dezembro de 2017
Posam para foto os participantes da oficinas sobre inovação educativa que fazem parte da etapa inicial de formação do Projeto Aula Digital, iniciativa global da Fundação Telefônica e Fundação ProFuturo.

Professores recebem certificado digital das oficinas do projeto Aula Digital, que deverá beneficiar mais de 18 mil estudantes de escolas públicas da região 

Formação do Aula Digital em Sergipe em números:

  • 652 educadores formados – entre professores, coordenadores pedagógicos e diretores escolares;
  • 24 turmas de gestores e coordenadores pedagógicos;
  • 91 turmas de professores e coordenadores pedagógicos;
  • 8 polos de formação no módulo Gestão Inovadora;
  • 16 polos de formação no módulo Espaços Diferenciados;
  • 17 polos de formação no módulo O Papel Do Professor.

Entre agosto e novembro, mais de 1.600 educadores que atuam nas redes estadual e municipal de Sergipe participaram das oficinas de Gestão Inovadora, Espaços Diferenciados e Papel do Professor, e acabam de receber os certificados de conclusão. Os temas das oficinas, voltados à inovação educativa, fazem parte da etapa inicial de formação do Projeto Aula Digital, iniciativa global da Fundação Telefônica e Fundação ProFuturo. 

Focado na formação de educadores e no uso de tecnologia no processo de ensino-aprendizagem, o projeto tem como objetivo fomentar práticas inovadoras junto a atores locais, em regiões vulneráveis do Brasil e também em outros países.

Realizado por meio de uma parceria com a Secretaria Estadual de Educação de Sergipe, em Regime de Colaboração com 25 municípios do Estado, o Aula Digital conta com apoio técnico do Instituto Paramitas – parceiro técnico responsável pelas formações e o acompanhamento nas 321 escolas participantes.

“Me apaixonei pelo projeto porque acredito em um aprendizado leve, lúdico e inovador como o Aula Digital. A criança da escola pública merece uma educação mais responsável, comprometida e construída para ela”, afirma Cristina Souza, gestora da EMEF Alencar Cardoso, localizada em Aracaju.

Oficinas

Com oito horas de duração, as oficinas presenciais reuniram professores, coordenadores pedagógicos e diretores escolares com o intuito de refletir sobre a escola do século XXI e as possibilidades de inovação no contexto escolar.

Ao todo, foram 115 turmas e 25 polos de formação dos módulos Gestão Inovadora Espaços Diferenciados e Papel do Professor, temáticas que trouxeram aos educadores uma oportunidade de repensar e experimentar novos modos de atuar em sala de aula, fazendo das tecnologias digitais uma ferramenta facilitadora nesse processo.

A professora Gabriele Moura, da Escola Municipal Santo Antônio, localizada no Povoado Mata do Cipó, município de Siriri, participou da formação e mostrou-se animada com a relevância dos temas apresentados. 

“Os formadores deram um show ao explicar como que podemos agregar valor e novas metodologias para tornar nossas aulas mais atrativas. Basta sermos comprometidos coma educação”, ressalta. 

Além da formação de professores, o Projeto Aula Digital contempla a oferta de conteúdos pedagógicos digitais para estudantes e professores do Ensino Fundamental I, o acompanhamento nas escolas e a entrega de maletas portáteis com laptop e tablets para uso em atividades escolares.



Deixe uma resposta aqui