Jovem transforma bolos em obras de arte, e paixão em negócio

28 de julho de 2017
Imagem mostra Pamela sorridente em primeiro plano. Atrás, duas pessoas sorriem também. Elas estão atrás de uma mesa com bolos

Conheça a Sheila, de 19 anos, que aprendeu com as próprias experiências e hoje pretende ensinar outros jovens a ganhar dinheiro fazendo bolos e doces

A técnica de aquarela, tipo de pintura feita com tinta diluída em água, sempre encantou a jovem Sheila Lima. Normalmente utilizado para pintar telas e quadros, o conceito inspirou a adolescente em outro tipo de obra de arte, e a alegria das cores na cartela tornou-se inspiração para a criação de seus bolos.

A jovem de 19 anos, moradora do bairro do Campo Limpo, zona sul de São Paulo, cresceu vendo a família fazer doces e salgados dentro de casa e aprendeu a cozinhar sem nunca ter feito curso ou trabalhado na área. Após receber constantes elogios pelos bolos que fazia para as festas familiares, resolveu comercializá-los para conseguir uma renda extra. Nascia então a Aquarelas Cake.

“Eu nunca planejei como seriam os bolos. Recebia as encomendas, perguntava se o cliente tinha cores de preferência e criava na hora. Sem contar que a técnica de aquarela sempre me remeteu a alto astral e é isso que procuro transmitir nas minhas receitas.”

“A Aquarelas foi um meio que encontrei para ter mais liberdade, maturidade e independência e agora quero ajudar outras pessoas a chegarem lá.”

Sheila conta que mesmo animada com o empreendimento, iniciado em 2016, a rotina pesada de estudos e trabalho acabou fazendo com que ela diminuísse o ritmo das encomendas. “Todo mundo passa por dificuldades, mas sei que poderia ter me organizado melhor e me dedicado mais. Agora estou revendo tudo, porque trabalhar com confeitaria é o que realmente me faz feliz”, diz a jovem.

Por conta de sua iniciativa empreendedora, Sheila se tornou uma das influenciadoras do Programa Pense Grande, da Fundação Telefônica Vivo, que incentiva jovens de diversas regiões do país a se tornarem empreendedores e protagonistas de suas histórias.

“É muito bom ver que outas pessoas como eu estão empreendendo e correndo atrás, que mesmo com o pouco conseguem atingir seus objetivos. É enriquecedor”, conta.

Novas Oportunidades

Imagem mostra dois bolos feito por Pamela. São bolos decorados e coloridosAs dificuldades encontradas no ano passado acabaram se transformando em aprendizado para Sheila, que decidiu se profissionalizar e investir de vez no seu talento. Ela entrou na faculdade de administração este ano e em breve começará a estagiar em uma pâtisserie em São Paulo, especializada em chocolates orgânicos.

“Sempre tem uma fase teste, e a experiência anterior me permitiu ver o que poderia ter feito melhor. Agora me sinto preparada para pensar em um negócio mais estruturado.”

A confiança retomada também inspirou a jovem a compartilhar sua experiência com mais pessoas da comunidade. Em paralelo ao estágio, ela pretende iniciar um curso aos sábados para ensinar outros jovens a gerarem renda a partir da produção de bolos. “A Aquarelas foi um meio que encontrei para ter mais liberdade, maturidade e independência e agora quero ajudar outras pessoas a chegarem lá.”

E quais os principais conselhos que pretende transmitir aos futuros alunos? A jovem cita o planejamento, alguns conceitos básicos de administração e não ter medo de arriscar sobre o futuro, Sheila admite que as expectativas são enormes, mas que o sonho que antes parecia distante agora é cada vez mais real.

“Quero me aperfeiçoar na prática de fazer doces, aprender coisas novas e, em breve, pretendo estar a todo vapor com a Aquarelas e os meus cursos. Mas meu principal objetivo é conseguir reconhecimento pelo meu trabalho, porque ver que as pessoas gostam de algo que você faz é a maior vitória”, conclui.

Leia também:



Deixe uma resposta aqui