Manaus recebe projeto de voluntariado internacional

30 de julho de 2018

Escola contará com colaboradores voluntários do Brasil e de mais oito países para o programa Vacaciones Solidárias

Mulheres voluntárias do Grupo Telefônica participam do Vacaciones. Elas sorriem e cantam

Pela primeira vez, a cidade de Manaus (AM) recebe o Vacaciones Solidárias, projeto de voluntariado promovido pela Fundação Telefônica Vivo.

Todos os anos, o programa  seleciona colaboradores voluntários do Grupo Telefônica de diversos países dispostos a doarem 15 dias de suas férias para se dedicarem a ações sociais e educativas ao redor do mundo.

Neste ano, em sua quarta edição, o Vacaciones Solidárias acontece na Escola Municipal Lili Benchimol, que atende 440 alunos entre 6 e 10 anos na capital amazonense. A partir de 30 de julho, 17 voluntários atuarão na escola. São cinco brasileiros e 12 estrangeiros vindos da Alemanha, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Peru e Venezuela.

A escola já faz parte da rede de beneficiados da Fundação com o projeto Aula Digital, que visa levar mais oportunidades para crianças que estão em escolas públicas brasileiras de Manaus, Viamão (RS) e de municípios de Sergipe, por meio de formação de educadores, conteúdos pedagógicos, acompanhamento nas escolas e equipamentos tecnológicos.

Localizada em um bairro periférico de Manaus, a escola abrigou um hospital que ao longo de 30 anos tratou portadores do agente causador da hanseníase. Além da distância do centro e da carência de alguns serviços básicos, os moradores da região sofrem com a exclusão social.

Até 10 de agosto, os voluntários irão trabalhar na escola com três objetivos principais: torna-la mais atraente para os alunos, o que pode incluir pequenas reformas e atividades recreativas; mais inclusiva, uma vez que atende pessoas com deficiência e entende a importância da sensibilização e capacitação dos educadores; além de torna-la mais inovadora no que se refere à utilização de práticas em sala de aula.

“Estou ansioso para absorver as experiências sociais e culturais que encontraremos por lá. E com a expectativa de realizar um projeto diferenciado, de grande destaque”, conta João Paulo de Mattos Banhara, um dos voluntários, que trabalha na Vivo como auxiliar administrativo há dois anos.

pessoas voluntárias do Grupo Telefônica participam do Vacaciones trabalhando em área de terra

 

As iniciativas resultam de uma cocriação entre a Fundação Telefônica Vivo, Fundação Vitória Amazônica (FVA), parceiras no projeto Aula Digital em escolas de Manaus, e ainda Ação Social para Igualdade das Diferenças (Asid).

A voluntária Veneranda Maria Bonin conta que todos os participantes já trocam muitas informações em um grupo de WhatsApp. “Todos os dias falamos sobre as peculiaridades da Amazônia, compartilhamos vídeos com dicas e até recebemos pedidos de estrangeiros sobre como aprender português”, conta a coordenadora de projetos.  “Fiquei feliz quando fui selecionada e mais ainda em saber que vamos trabalhar com uma escola! Espero que a gente consiga entregar tudo aquilo que eles merecem”.

Já em setembro, acontece mais uma edição do Vacaciones Solidárias, mas dessa vez em Curitiba (PR). Além disso, outros voluntários brasileiros também participam do projeto doando parte de suas férias para atuarem em ações fora do Brasil, em países como Argentina, Chile, Equador, Panamá, Peru e Tanzânia.

 

Acompanhe a cobertura completa do Vacaciones Solidárias em Manaus  pelo site e também nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

 

Leia também:



Deixe uma resposta aqui