Parceria alcança 22 mil professores da rede pública com formação continuada

18 de dezembro de 2018

Fundação Telefônica Vivo e Undime atuam juntas para contribuir com uma educação de mais qualidade em todo o Brasil


Em 2018, a parceria entre Fundação Telefônica Vivo e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) levou formação continuada a cerca de 22 mil professores da rede pública, contribuindo assim para a melhoria da educação brasileira com apoio dos dirigentes nacionais.

Por meio dos programas Inova Escola e Escolas Conectadas, da Fundação, que incentivam novas práticas pedagógicas e o uso da tecnologia em sala de aula, foram desenvolvidas formações a educadores empenhados em inovar na educação.

Se o aprendizado jamais acaba para os alunos, é possível dizer o mesmo sobre quem se dedica a ensiná-los. As rápidas transformações econômicas, sociais e ambientais do século XXI modificam o papel do professor, fazendo com que saia da função de transmissor do conhecimento e atue como um mediador do aprendizado.

Pelo programa Escolas Conectadas, foram cerca de 21 mil professores inscritos, que puderam escolher cursos online, com as mais variadas temáticas. A plataforma tem como objetivo fortalecer educadores e gestores de escolas para serem multiplicadores de práticas inovadoras de ensino e aprendizagem.

Da formação online para a presencial, mas com o mesmo foco em inovação, mais de 800 professores do ensino público, de 17 municípios do Estado de São Paulo, concluíram a formação do Inova Escola ao longo do ano.

Aprimoramento constante e diálogo

Luiz Miguel Martins Garcia, presidente da Undime São Paulo, exalta as formações continuadas a professores em razão do fortalecimento da cultura digital e a construção de um novo tipo de reflexão sobre o universo digital.

“Ao incentivar o diálogo com a tecnologia, criamos pontes para deixar educadores e alunos mais próximos. Os jovens já nasceram imersos num mundo tecnológico que pode não ser natural para muitos professores. Ajuda a desmistificar a ideia de que levar a tecnologia para sala de aula é um obstáculo ao aprendizado”, opina.

Segundo o diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo, Americo Mattar, falar de educação é abordar um tema em constante transformação.

“Se a nossa sociedade muda a cada dia, o mesmo precisa acontecer com as práticas de educação. Precisamos estar sempre atentos e ouvir as demandas dos tempos atuais, e pensar as dinâmicas em sala de aula. Quando pensamos no papel do professor, a formação continuada é urgente”.

Sensibilizar para inovar

Os dirigentes municipais de educação são aliados importantes na disseminação de práticas inovadoras de ensino nas escolas públicas levando os programas de formação continuada aos municípios.

Buscando fortalecer essa articulação, a Fundação Telefônica Vivo apoiou pelo terceiro ano seguido o Fórum Nacional Extraordinário da Undime. A sétima edição do evento aconteceu em Recife e mobilizou cerca de 1.500 dirigentes, técnicos de secretarias e educadores em discussões como adoção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), formação de professores, processos de aprendizagem e ensino.

Alinhado ainda aos objetivos da Undime, de formar dirigentes, foi criada, com apoio da Fundação Telefônica Vivo, a oficina O Futuro Chegou! Por uma educação mais inovadora. Cerca de 430 secretários de educação concluíram o curso com o intuito de se tornarem multiplicadores de iniciativas inovadoras, dividindo o aprendizado com coordenadores, professores e equipes técnicas de escolas de seus municípios. A oficina foi desenvolvida pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), parceiro-executor da formação.

Para os dirigentes de seccionais (a forma como a Undime chama os agrupamentos das secretarias de educação) de Sergipe, Maranhão, Paraíba, Goiânia, Rio Grande do Norte e Saloá-PE, o desafio foi pensar a partir da futurologia. Foi proposta uma imersão nos cenários possíveis para a educação em 10 ou 20 anos, sensibilizando os secretários para a urgência do tema da inovação e do debate de como colocá-la em prática no presente.

A parceria entre a Fundação Telefônica Vivo e a Undime, para o fortalecimento de uma educação pública de qualidade, foi firmada em 2017. Já no primeiro ano de atuação, alcançou cerca de 10 mil professores da rede pública de ensino. Somando com o ano de 2018, a parceria já impactou mais de 30 mil educadores, por meio de cursos que estimulam a Inovação Educativa.


 



Deixe uma resposta aqui