Dois em cada três jovens brasileiros querem empreender

11 de abril de 2017
Jovens_empreendedores_fundação_telefonica

Aliar sonho, qualidade de vida e transformação social é o que move essas pessoas no caminho do empreendedorismo

Um estudo divulgado no final de 2016 pela Federação da Indústria do Rio de Janeiro (Firjan) aponta que dois em cada três jovens brasileiros planejam empreender nos próximos anos. A pesquisa Jovens Empresários Empreendedores foi feita em nove cidades de diferentes países e entrevistou seis mil pessoas entre 25 e 35 anos.

“O que mais motivam esses jovens, principalmente os brasileiros, são os valores pessoais, a qualidade de vida, o fato de não terem chefe e o apreço pela tecnologia”, explica a especialista de pesquisa e estatística da Firjan, Joana Siqueira.

O empreendedor Elvis Alves, de 25 anos, é um bom exemplo disso. Ele ajudou a criar o projeto Social Brasilis, que busca estimular pessoas por meio de educação e tecnologia. Elvis, porém, acha que a juventude brasileira ainda não consegue implementar suas ideias efetivamente.

“Existe essa vontade muito grande de empreender, mas o jovem não identifica essa possibilidade na escola, e ainda patina ao tentar entender onde pode ser protagonista de sua história”, comenta.

Elvis Alves, de 25 anos, criou o projeto Social Brasilis

Elvis Alves, ao lado da também fundadora Emanuelly Oliveira: aos 25 anos, exemplo de uma geração que não quer ter chefe

Para a socióloga Miriam Abramovay, a escola não valoriza características do jovem do século XXI, que é “gregário e criativo”.

“A escola ainda não está preparada para lidar com a juventude e, por isso, esses jovens acabam tendo muitas dificuldades. Infelizmente a escola de hoje dá menos importância à criatividade”, explica.

Impacto social

Segundo a especialista da Firjan, a falta de perspectivas no mercado de trabalho formal foi uma das causas menos citadas pelos jovens como uma barreira ao empreendedorismo, mostrando que a opção por este caminho é consciente.

“Vemos claramente que questões sociais e ambientais são muito relevantes para os jovens que pretendem empreender. Eles querem realizar sonhos e buscam uma mudança no mundo”, afirma Joana.

 

Leia mais

Quer empreender e gerar impacto social? Inscreva sua ideia no Pense Grande. Prazo prorrogado!

Empreendedorismo social como caminho de ressocialização para egressos

Empreendedorismo social: por uma economia com propósito



Deixe uma resposta aqui