Presentes solidários incentivam boas práticas no Natal

20 de dezembro de 2018

Com o Natal se aproximando, preparamos uma lista de dicas para presentear de forma alternativa e consciente em 2018.


À medida que as confraternizações de final de ano se aproximam, principalmente com a chegada do Natal, aumenta a procura por presentes que possam representar o carinho com aqueles que estão ao nosso redor. A época também é marcada por doações ou apoio a causas com as quais as pessoas se identificam de alguma maneira.

Para além de presentes tradicionais e doações comuns, há diversas iniciativas que oferecem um novo significado ao ato de presentar ou contribuir nessa época do ano. Confira algumas dicas e boas festas!

 

Marcas conscientes

Atualmente, há uma série de marcas e negócios sociais que desenvolvem produtos sustentáveis, feitos a partir de materiais biodegradáveis ou que tenham seu lucro revertido para o investimento em uma causa social. É o caso das camisetas da Moko e da Euzaria, dos óculos da Preza ou dos acessórios da Badu Design. Ao procurar marcas que unam estilo e responsabilidade social, você presenteia de forma original e ainda ajuda a compartilhar boas práticas.

 

Amigo secreto solidário

Participar da tradicional brincadeira do amigo secreto é uma das partes mais divertidas do Natal. Já pensou em transformá-lo em um amigo solidário? A nova dinâmica é simples: elabore uma lista de instituições com as quais se identifica e peça para que cada participante faça o mesmo. Além de doar para a instituição da pessoa que sortear, você ainda tem a oportunidade de conhecer uma iniciativa diferente. Também é possível estipular um valor para ser revertido em conjunto para uma organização escolhida por todos.

 

Apadrinhe uma instituição

É comum instituições sociais aproveitarem o Natal para montar campanhas com ações solidárias. As ações podem ir desde recolher as famosas “sacolinhas de Natal”, com itens para presentear uma criança ou uma família, até doação de cestas básicas e organização de ceias coletivas.  Você ainda pode participar presencialmente – indo até o local onde serão distribuídos os donativos – ou financeiramente, contribuindo com os recursos necessários para que a ação aconteça. Escolha uma Instituição de sua preferência e pergunte como pode ajudar na campanha de fim de ano.

 

Carta ao Papai Noel

Um dos momentos mais esperados pelas crianças no Natal é a carta destinada ao Papai Noel. Há mais de 20 anos, a Campanha Papai Noel dos Correios surgiu para não deixar que estas cartas fiquem sem respostas. As Agências dos Correios de todo país distribuem para os voluntários as cartas que recebem de crianças até os dez anos de idade, em situação de vulnerabilidade social, e esperam atender o maior número de pedidos com as doações. Você pode contribuir para dar continuidade à magia do Natal de uma criança. Consulte os pontos de doação do seu estado aqui.

 

Compre de uma mãe

Com o objetivo de fortalecer o debate sobre maternidade e trabalho, a Rede Maternativa é uma startup de impacto social com mais de 20 mil mães cadastradas, que organizam encontros gratuitos para mães empreendedoras com foco em networking e formação para os negócios. A plataforma online ainda oferece um espaço de compra e venda exclusivo para as mães divulgarem seus produtos e serviços.

 

Shoppings solidários

Além do objetivo de consumo, alguns shoppings se destacam por promover campanhas em prol de causas e organizações todos os anos. É o caso do Shopping Ibirapuera, que mantém uma parceria com a Fundação Abrinq e ajuda a levar para as 350 crianças atendidas pela instituição presentes de Natal. Para incentivar as doações, o shopping instala a “Árvore Solidária”, onde são pendurados cartões com nomes de crianças. Uma vez escolhido um cartão, sua missão é levar um presente de volta ao local em até 24 horas.

O Shopping Bourbon também parte para uma iniciativa parecida, e ajuda as crianças atendidas pelo Lions e Rotary Club de São Paulo.

 

Natal sem fome

A Campanha Natal Sem Fome dos Sonhos faz parte de uma iniciativa da ONG Ação Cidadania que existe desde 1994.  Além de alimentar famílias por meio de doações, o intuito é chamar a atenção para o problema da fome de milhares de pessoas em todo o Brasil. Já o GRAAC, organização sem fins lucrativos que atende crianças e adolescentes com câncer, possui uma dinâmica de doações que vai além do Natal e funciona para presentes de casamento, chá de bebê, formatura ou aniversário. Para ajudar, basta pedir para que as pessoas doem o valor do presente para a instituição.

 

Rede colaborativa

Após três anos atuando informalmente nas redes sociais, em 2018 a Rededots tornou-se uma empresa de impacto social e lançou um e-commerce focado no comercio justo e sustentável. Com uma estrutura híbrida, a rede mescla o formato de marketplace com rede social para que além de realizar compras e vendas, os membros também possam contar suas histórias de vida.

 



Deixe uma resposta aqui