Projeto leva mais tecnologia para escolas de Manaus

24 de abril de 2017
Americo Mattar, presidente da Fundação Telefônica Vivo, no lançamento do Aula Digital em Manaus

Americo Mattar, presidente da Fundação Telefônica Vivo, no lançamento do Aula Digital em Manaus


Em parceria com secretaria, o Aula Digital formará mais de 700 educadores

O Aula Digital é uma iniciativa global da Fundação Telefônica e Fundación Bancaria “La Caixa”, que visa melhorar as oportunidades das crianças na África, Ásia e América Latina, incorporando a inovação nas escolas por meio da tecnologia e de novas metodologias de ensino e aprendizagem. Desenvolvido no Brasil exclusivamente pela Fundação Telefônica Vivo, o projeto é baseado em quatro pilares: Formação de professores, Conteúdos Pedagógicos Digitais, Equipamento Tecnológico e Acompanhamento na escola.
Clique e saiba mais
.

Grande parte dos estudantes da Escola Municipal Manoel Adriano, na zona rural de Manaus, mora em regiões afastadas da cidade, onde o acesso à tecnologia e ao transporte é precário. Diariamente, elas percorrem longas distâncias até chegar à escola, e lá passam grande parte do tempo e fazem as principais refeições do dia.

A cena é comum em um ambiente geograficamente complexo e de grande vulnerabilidade social na capital do Amazonas, composto por escolas em zonas rurais, ribeirinhas e comunidades indígenas isoladas.

Em 2016, a realidade dos alunos ganhou uma nova perspectiva quando a Manoel Adriano foi selecionada para participar do Aula Digital, projeto da Fundação Telefônica Vivo que oferece formação e desenvolvimento de conteúdos educacionais com o uso de tecnologia para crianças e educadores de áreas vulneráveis.

Ao todo, 140 escolas da região serão atendidas em 2017, e cerca de 30 mil alunos dos três primeiros anos do Ensino Fundamental I serão beneficiados.

Na prática

aula_digital_manaus_interna1
Robert Andrey,
diretor da escola Manoel Adriano

Cada educador terá 40 horas de formação presencial com temas ligados à inovação educativa e acesso a conteúdos pedagógicos digitais em um ambiente virtual de aprendizagem colaborativo. As escolas serão beneficiadas com kits compostos por uma maleta móvel equipada com notebook, roteador e tablets para alunos, além de projetor e tela de projeção para que os conteúdos também sejam oferecidos em locais onde não há estrutura ou conexão.

“O projeto é um grande ganho para os alunos da zona rural, que ainda estão muito distantes das crianças dos centros urbanos. Agora eles terão a oportunidade de ver o mundo com novas perspectivas e criar sonhos que podem se tornar realidade em um futuro não muito distante”, comenta Robert Andrey, diretor da Escola Manoel Adriano.

Parceria com o município

Manaus é a primeira cidade do país a receber o Aula Digital, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação da cidade. A iniciativa foi oficializada no dia 20 de abril em um evento que contou com a presença de 230 educadores, parceiros e autoridades do município. Dentre elas, o prefeito Arthur Virgílio Neto, que exaltou a importância da parceria para o presente e o futuro dos estudantes.

“Estamos honrados por sermos escolhidos como a primeira cidade do Brasil que fará parte de um projeto tão relevante para a educação. Temos que nos preocupar com a educação em primeiro lugar, porque ela é a base para uma sociedade livre e desenvolvida,” disse o prefeito.

A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt, aproveitou a oportunidade para destacar o fortalecimento do trabalho dos educadores em contextos de adversidade. “A gente luta todo dia para fazer uma educação de qualidade e agora poderemos desenvolver cada vez mais as competências do século 21 com nossas crianças e jovens, que são a parte da população mais vulnerável da cidade”.

Transformações inovadoras

“As práticas mais interessantes e transformadoras muitas vezes são as mais simples, não por serem fáceis de fazer, mas porque elas são lúcidas e sensíveis em seus objetivos”. A fala do educador, jornalista e escritor André Gravatá provocou os educadores presentes a repensarem suas atuações a partir do Aula Digital.

Nizia Feitoza, diretora da Escola Municipal Francisca Lima da Rocha
Nizia Feitoza, diretora da Escola Municipal
Francisca Lima da Rocha

Convidado para palestrar no evento, André reforçou que o potencial da tecnologia só faz sentido quando associado a um projeto transformador, estimulando o protagonismo dos alunos, dos educadores e das comunidades onde as escolas estão inseridas.

Para o presidente da Fundação Telefônica Vivo, Americo Mattar, a riqueza do Aula Digital está justamente nas infinitas possibilidades de inovação que podem surgir a partir da parceria. “Essa iniciativa é um marco em nossa atuação e uma oportunidade de utilizarmos a tecnologia como um instrumento a serviço da educação. Não existe um modelo rígido, cada escola tem a liberdade de inovar da forma que quiser, utilizando o fator humano como ponto central”.

Se depender da motivação dos educadores, o fator humano será o grande diferencial das escolas participantes. A diretora da Escola Municipal Francisca Lima da Rocha, também de Manaus, Nizia Feitoza, era uma das gestoras mais entusiasmadas com a possibilidade de levar tecnologia para os alunos de baixa renda.

“Quando me indicaram o projeto, eu fiquei feliz com a possibilidade de incluir novas formas de aprendizagem não só para alunos, mas para os nossos professores. Quem trabalha com educação precisa ver lá na frente, e é isso que estamos fazendo aqui hoje” conclui.

  • O educador, jornalista e escritor André Gravatá provocou os educadores presentes a repensarem suas atuações
    O educador, jornalista e escritor André Gravatá provocou os educadores presentes a repensarem suas atuações
  • O coordenador do projeto no Brasil, Rubem Saldanha
    O coordenador do projeto no Brasil, Rubem Saldanha
  • A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e Americo Mattar, presidente da Fundação Telefônica Vivo, no lançamento do ProFuturo - Aula Digital em Manaus
    A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e Americo Mattar, presidente da Fundação Telefônica Vivo, no lançamento do Aula Digital em Manaus
  • A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt
    A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt
  • Lançamento do ProFuturo – Aula Digital em Manaus
    Lançamento do Aula Digital em Manaus

Leia também:



Deixe uma resposta aqui