SXSW Edu 2019: tendências em tecnologia, educação e inovação

20 de março de 2019

Confira os destaques de um dos mais importantes eventos de educação do mundo, o SXSW Edu 2019, que mostra como ideias inovadoras mudam o ensino

A imagem mostra crianças olhando por lunetas construídas por materiais recicláveis

Mais de 15 mil pessoas participaram do SXSW Edu 2019 em Austin, Texas (EUA), um dos festivais mais importantes do mundo na área de educação. O encontro é uma versão do famoso South by Southwest (SXSW), evento de inovação e tecnologia, com foco voltado ao compartilhamento de iniciativas que possam impactar positivamente o futuro do ensino e da aprendizagem.

Entre os dias 4 e 7 de março, representantes de 40 países assistiram aos mais de mil palestrantes que trouxeram suas ideias e experiências. Foram workshops, filmes, exposições e outras atividades que mostraram as principais tendências do setor, diferentes maneiras de lidar com os desafios da educação e como mudar a sociedade por meio dela. O evento está em sua 9ª edição e é uma iniciativa do SXSW com a Associação de Professores do Texas.

“O poder da educação para transformar, empoderar, incluir e abraçar está no centro do discurso”, afirmou o fundador da SXSW Edu, Ron Reed.

Tecnologia é importante, mas não é tudo

Apesar de contar com a marca SXSW, uma referência quando se fala em inovação, o entendimento é de que a tecnologia é uma ferramenta importante, mas que não substitui tudo.

“Eu não acredito que a tecnologia vá dominar tudo. Ela amplifica, multiplica o que fazemos, cura doenças. Mas também permite que a gente destrua uns aos outros e destrua o meio ambiente. Se não ensinarmos amor, compaixão e ética, não teremos feito nosso trabalho como educadores”, afirma Patrick Awuah Jr., fundador da Ashesi University, de Gana, uma instituição sem fins lucrativos que é considerada uma das melhores universidades africanas. “Não podemos rebaixar as Humanidades, as Ciências Sociais e Artes em relação à tecnologia”, completou.

Por outro lado, o SXSW Edu 2019 também mostrou como o potencial tecnológico pode ajudar no ensino, sem necessariamente contar com instrumentos complexos. Na palestra “Desmistificando a Inteligência Artificial (IA), Machine Learning na Sala de Aula”, foi possível ver que ainda são poucas as escolas que ensinam esse conceito, que é aplicado cada vez mais em diferentes setores e se mostra como uma tendência para a educação na era digital.

A imagem mostra uma menina de camisa azul usando um acessório feito com material reciclável de papelão e fios

Em um dos cases apresentados, é possível saber mais sobre um currículo que desmistifica essa tecnologia aos jovens e mostra sua aplicação no mundo real, com uma abordagem que estimula o pensamento crítico e o raciocínio lógico. As atividades envolvem o uso de sucatas, embalagens e cordas, mostrando a inteligência artificial de maneira prática e lúdica.

Transformando desafios em oportunidades

Jennifer Gonzalez, educadora com mais de 10 anos de experiência e criadora do site Cult of Pedagogy, especializado em ajudar professores a aperfeiçoar a arte de ensinar, foi uma das palestrantes do evento.

Ela explicou que, assim como acontece com um avião, diferentes forças atuam na dinâmica escolar e, enquanto algumas delas nos erguem e levam para frente, outras podem puxar tudo para baixo e impedir que uma boa experiência educacional decole. Identificar quais são esses fatores e gerenciá-los é o que contribui para o sucesso de uma escola.

Já o palestrante ganês Patrick Awuah Jr falou da importância de se formar líderes com pensamento crítico, ética, autonomia, criatividade e pensamento empreendedor.

Patrick fundou, em 2002, a Ashesi University, onde os estudantes são encorajados a ter uma missão, reconhecer os problemas e sempre agir de maneira transparente. “Os alunos formalmente se comprometeram com um código de honra. Eles fizeram isso sozinhos, não foi a administração da instituição quem colocou esse código em um manual”, disse.

Foto de perfil do palestrante ganês Patrick Awuah Jr

Awuah também promove entre os alunos o senso de responsabilidade na resolução de problemas. “Digo aos meus alunos que planejar e agir é importante. Quando você estiver diante de um problema, não seja um agitador, seja um solucionador de problemas”, concluiu.

Veja mais algumas ideias e tendências compartilhadas pelos principais palestrantes do SXSW Edu 2019. Você também pode conferir todas as apresentações do SXSW Edu 2019, em inglês, no canal do evento no Youtube.


Deixe uma resposta aqui