Voluntariado digital gera impactos reais

30 de maio de 2018

Conheça a história de Sidney Barboza, Analista de Construção de Redes da Gerência de Implantação de Rede SP2 – ISP do Grupo Telefônica e voluntário, membro do Comitê de Voluntariado de São José do Rio Preto/SP, que com o voluntariado digital contribuiu mais do que poderia imaginar

Sidney sorri para a foto de camiseta roxa e braços cruzados

“No ano passado, tive a oportunidade de conhecer a Escola 29 de março, em Curitiba (PR). A viagem foi um prêmio que recebi da Fundação Telefônica Vivo, por ter sido considerado o segundo melhor jogador do Game do Bem pelo segundo ano consecutivo.

O Game do Bem é uma plataforma gamificada de voluntariado digital interativa e colaborativa de exercício de cidadania. A experiência proporciona um crescimento pessoal muito importante. A cabeça se abre e você melhora como pessoa.

A escola que visitei presta atendimento pedagógico, clínico e de assistência social a 107 alunos com múltiplas deficiências. Eu fiquei tão impactado com a experiência que decidi ampliar minhas ações como voluntário e comecei a utilizar o Guia de Rodas.

Dentro do Guia de Rodas, o aplicativo pede que voluntários classifiquem os lugares que frequentam dizendo se são acessíveis ou não, ajudando as pessoas com deficiência a identificar locais que facilitam a locomoção. Logo que comecei a participar, recebi um e-mail dizendo que eu era o campeão em avaliação.  Em agradecimento, eles me mandaram camiseta e caneta.  

Sidney posa para a foto segurando uma mão mecânica

 

Eu sou funcionário do Grupo Telefônica há 25 anos e faço parte do Comitê de Voluntariado de São José do Rio Preto. Desenvolvemos diversas ações. No frio, por exemplo, arrecadamos cobertores e agasalhos para os moradores de rua.

Também participamos do Dia dos Voluntários Telefônica.  O meu primeiro foi em 2007, quando tudo começou. Eu despertei para a questão do voluntariado justamente pelo incentivo da empresa. A Fundação estimula muito que a gente faça ações voluntárias presenciais e virtuais.

Acho a participação virtual muito importante, pois nem sempre podemos estar presentes fisicamente, então o Game do Bem me proporciona ajudar pessoas, mesmo que não seja fisicamente de perto. Você consegue encaixar a tarefa no seu dia a dia e conciliar com trabalho e família. São pequenas ações que podem mudar a vida de alguém.

Ser voluntário te traz um sentimento muito forte de ser útil. Ganhamos muito mais do que damos. É motivador fazer a diferença de alguma maneira, se colocar no lugar do outro e ter empatia”.

Sidney posa para a foto ao lado de pessoas da Escola 29 de março

 

Leia também:



Deixe uma resposta aqui