6º Edição – Sobre

02 de dezembro de 2016

causos6-top-img-dir

 

do Portal Pró-Menino

foto51A 6a edição do concurso Causos do ECA foi marcada pela maior participação desde a criação do concurso em 2005, representando um avanço dentro da discussão da aplicação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Ao todo, foram enviadas 1.196 histórias de todas as regiões do Brasil durante o período de inscrições do concurso, um aumento de 53% na participação com relação a 2009. Dessas histórias, 25 foram selecionadas como finalistas e nove foram premiadas.

Durante a cerimônia de premiação, finalistas e vencedores destacaram a importância do concurso e afirmaram que pretendem divulgá-lo entre amigos e profissionais que trabalham na defesa dos direitos infantojuvenis. Zoraide Barboza de Souza, de Vitória (ES), declarou que “[o concurso] é um espaço importante para a divulgação do trabalho realizado para o fortalecimento do ECA e para dar voz para a história das crianças”. Outra finalista, Joelma Martins de Sena, de Belém de São Francisco (PE), destacou que “o concurso é uma oportunidade para que as pessoas dêem mais valor, acreditem mais no ECA e o tragam para a nossa realidade nas escolas, na sociedade e nas universidades”.


Votação online

A edição de 2010 trouxe uma grande inovação: um júri popular escolheu, pela Internet, um dos vencedores entre os causos finalistas. Durante um mês, os internautas puderam participar dessa votação, que teve mais de 15 mil votos. “A votação popular deu a chance para que as pessoas pudessem ler o causo e conhecer o que se passou. Porque mais do que causos, são histórias de vida que mostram a aplicação do ECA”, comentou Arytan Lemos, finalista de Feira de Santana (BA).

O vencedor desse júri foi o causo “O ex-vendedor de amendoim”, escrito pelo jovem Diogo Francisco da Silva Estevam, de apenas 13 anos. Com o apoio de instituições locais, ele organizou uma votação no calçadão de Colatina (ES), município onde mora, e estimulou a comunidade a votar. Segundo ele, o prêmio já tem um destino programado. “Vou usar para pagar minha faculdade. Eu vou ser médico”.

Os curtas e o livro “Causos do ECA”

Durante a cerimônia, também foi lançada a publicação “Causos do ECA: Muitas histórias, um só enredo”, que traz a coletânea dos causos finalistas nas 3 categorias: ECA como instrumento de transformação, ECA na Escola e Empregados Telefônica. Cada uma das histórias traz também o comentário de um especialista da área de direitos infantojuvenis, para que o livro seja também um instrumento para o aprimoramento do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente. 

Foi lançando também um e-book de mesmo nome, que, além da publicação, trouxe uma pesquisa sobre o perfil dos causos e autores de todas as histórias enviadas para essa edição do concurso e a versão interativa do livro.

Quatro dos causos finalistas também foram transformados em curtas-metragens, e, durante o evento, os presentes puderam assistir ao trailer dos filmes e escolher aquele que seria exibido ao final da cerimônia. “Para mim, a transformação da história em curta-metragem é a concretização do nosso trabalho”, apontou a professora Miriam Terezinha, de São Leopoldo (RS), autora do causo “ECA com boneca”.

 



Deixe uma resposta aqui